DISCIPLINA 2017 - HDL5001 – Conflitos contemporâneos em perspectiva I

DISCIPLINA: HDL5001 – Conflitos contemporâneos em perspectiva I

 

Docentes:  Prof. Dr. Antonio Ribeiro de Almeida Júnior

        Profa. Dra. Maria Lúcia Homem

        Profa. Dra. Sandra Regina Chaves Nunes

Créditos: 08

Início: 10 de março de 2017

Dia da semana: sextas-feiras

Horário: das 14:00 às 18:00

Local: Prédio da Casa de Cultura Japonesa – Av. Prof. Lineu Prestes, 159

 

Período de Inscrições:

Aluno especial:  16 a 20 de janeiro de 2017.

Mais informações: http://pos.fflch.usp.br/node/149

Pré-matrícula dos alunos regulares: 16 a 29 de janeiro de 2017

 
 
 

    O curso pretende discutir as categorias centrais de Identidade e Diferença, a fim de construir um paradigma contemporâneo de Alteridade. Para tanto, retomaremos alguns termos centrais do universo da psicanálise e das ciências humanas, tais como narcisismo, formação do Eu, grande Outro, Identificação, Superego, Inconsciente, Ideal de Eu, Complexo edípico, Mecanismos Grupais, a tríade lacaniana Real, Simbólico e Imaginário.

    A linha lógica será desenvolvida a partir de considerações teóricas, estudos de casos práticos e históricos, assim como de obras da literatura, do cinema e das artes.

 

Parte 1: Alteridades: a construção de algumas figuras centrais ao longo da história

Gênero, Pele, Religião, Etnia, Capital

 

Profa. Maria Lúcia Homem

 

Este momento primeiro do curso aborda as categorias de  Identidade e Diferença, em três partes:

 

1. Apresentação do curso e dos conceitos centrais, sobretudo a ideia de Idêntico e Singularidade.

O primeiro grande Outro desde tempos bíblicos: A Mulher.

Complexo de Édipo, castração e o Feminino

 

2. Quando a cor da pele é entrelaçamento entre Real, simbólico e imaginário. A textura entre dito e dizer.

Povo, etnia, religião. O judaísmo e o islamismo como duas experiências fundamentais de alteridade no século XX e XXI.

 

3. Os circuitos do gozo, do capital e da exclusão -da movimentação de corpos e trabalhos. A figura do imigrante, do refugiado e do miserável.

Haveria a possibilidade de se repensar o conceito de alteridade para um outro futuro poder ser desenhado?

 
 

Parte 2: Violência nas organizações: bullying, trote universitário e assédio moral

 

Prof. Antonio Ribeiro de Almeida

 

Nesta parte da disciplina, abordaremos a violência organizacional e sua relação com procedimentos discriminatórios. Daremos particular ênfase aos aspectos institucionalizados desta violência e destes procedimentos, tais como: falta de políticas institucionais para combater os problemas; despreparo das chefias e dos profissionais; controle da instituição por grupos que utilizam de práticas violentas ou discriminatórias; resultados identitários das práticas organizacionais.  Liderança, identidade contra o outro, coesão grupal e violência, reprodução das hierarquias e dos preconceitos, efeitos sociais das práticas organizacionais, serão trabalhados em estreita relação com as ideias apresentadas na primeira parte da disciplina.

O objetivo central desta parte da disciplina é fazer com que os alunos tenham uma percepção apurada das relações das organizações com a identidade, a alteridade, a violência, os preconceitos e a discriminação.

 

Parte 3: Diferença, violência, intolerância: imagens na Literatura, no Cinema e no Teatro

 

Sandra Regina Chaves Nunes

 

Nessa parte do curso, serão retomados e ampliados os conceitos abordados anteriormente, tendo os procedimentos estéticos e o espaço da Arte como espelho das intolerâncias cotidianas.

Analisaremos, na Literatura, Murilo Rubião, Gabriel García Márquez e J.J. Veiga; no Cinema, Alejandro Iñarritu; no Teatro, Eugène Ionesco.

 
 

Bibliografia Básica:

 

ALMEIDA JR, A.R. Anatomia do trote universitário. São Paulo: Hucitec, 2016.

ALMEIDA JR, A. R. Trotes, violências e democracia nas universidades. Revista Diversitas, n4, 2015, pp. 17-57.

ARENDT, Hannah. Eichmann em Jerusalem. São Paulo: Cia das Letras, 2001.

CALVINO, Italo. Assunto encerrado: discurso sobre literatura e sociedade. São Paulo: Cia das Letras, 2006.

DELEUZE, Gilles. Différence et répétition. 11 ed. Paris: PUF, 2003.

FREUD, Sigmund. Introdução ao narcisismo. Obras Completas. Rio de Janeiro: Editora Imago / São Paulo: Companhia das Letras.

_________. Psicologia das massas. Obras Completas. Rio de Janeiro: Editora Imago / São Paulo: Companhia das Letras.

GUIMARÃES, C.A.; CANÇADO, V.L; Lima, R.J.C. Workplace moral harassment and its consequences: a case study in a federal higher education institution. Revista de administração, vol. 51, n2, 2016. Diponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0080-21072016000200151&script=sci_arttext

HIRIGOYEN, M-F. Assédio moral: a violência perversa no cotidiano. São Paulo: Bertrand Brasil, 2008.

IONESCO, Eugène. O Rinoceronte. São Paulo: Editora Saraiva, 2012.

KOLTAI, Caterina. Política e psicanálise: o estrangeiro. São Paulo: Ed. Escuta, 2000.

LACAN, Jacques. Ecrits. Paris: Seuil, 1966.

MARQUEZ, Gabriel García. Um senhor muito velho com asas. São Paulo : Editora Record, 2001.

NUNES, Sandra Regina Chaves. A inquietante estranheza da obra muriliana. In : Anais do III Encontro dos Estados Gerais da Psicanálise, 2002.

NUWER H. Wrongs of passage: fraternities, sororities, hazing and binge drinking. Bloomington: Indiana University Press, 2001.

Olweus, Dan. Bully/victim problems among schoolchildren: basic facts and effects of a school-based intervention program. In: Pepler, D; Rubin, K. (Editors). The development and treatment of childhood aggression.  Hillsdale,NJ: Erlbaum,1991. p 411 – 448.

RUBIÃO, Murilo. Contos Completos. São Paulo: Cia. Das Letras, 2016.

SULLIVAN, K. The anti-bullying handbook. London: Sage, 2011.

VEIGA, J. J. Objetos Turbulentos: contos para ler à luz do dia. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1997.  

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. A inconstância da alma selvagem. São Paulo: Cosac Naify, 2002.

____________. Metafísicas canibais. São Paulo: Cosac Naify, 2015.

WARBURG, Aby. Histórias de fantasma para gente grande. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

WINNICOTT, Donald. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago, 1975.

 

Filmografia

Babel. Direção: Alejandro Gonzalez Iñarritu. Estados Unidos/França/México, Paramount/Anonymous/Zeta/Central;Media Rights Capital, 2006 (143 min, son., color.).