Cultura camponesa e televisão. A visão de si e a imagem do outro pela telenovela brasileira

Autor: 
Andréa Baltazar
Ano: 
2003
Resumo / Abstract: 

Esta tese de doutorado objetiva compreender as relações culturais que se estabelecem entre a cultura camponesa de uma comunidade do alto pantanal de Mato Grosso (Porto Brandão - 130 km a sul de Cuiabá) e a cultura urbano-industrial moderna pela assistência de televisão. Apresenta os resultados de análise a partir de duas abordagens diferenciadas, a primeira com base no estudo de cultura material e da organização espacial camponesa em que tem lugar a televisão dentro na cultura local; e a segunda, a partir de uma abordagem convencional dos estudos de audiência, ampliada e recriada pela prática e teoria antropológicas de pesquisa. Esta última enfoca o tempo da televisão dentro da cultura camponesa local em relação aos outros tempos da mesma cultura. O eixo de análise é fundamentado a partir da constatação da saliência que as questões relativas ao campo da família e do parentesco apresentam nos diversos domínios da sociedade brasileira e que se reproduzem tanto na construção básica das tramas das telenovelas brasileiras, quanto se constata na organização e ressignificação que desta faz a cultura local, por sua vez, alicerçada em suas próprias noções ligadas também às regras do parentesco, e a partir de sua realidade mágico-religiosa do exercício de crenças e rituais católicos camponeses. O objetivo central do trabalho é mostrar a imagem que de si fazem os camponeses estudados a partir do jogo dialético de semelhanças e diferenças que emergem da relação com o  outro e suas concepções de mundo, personagens fictícios ou atores de algumas telenovelas rurais brasileiras

 


 

Área do Conhecimento: 
Antropologia Social