Ética e Direito Animal

Áreas de Soltura e Monitoramento em São Paulo

Autor: 
Organizado pela acessoria de comunicação do IBAMA/SP
Editora: 
IBAMA
Ano: 
2008
ISBN: 
2147483647
Área do Conhecimento: 
Ecologia e Biologia
Sumário / Índice: 

Imagem Click na capa para acessar

 

A LIBERDADE É DIREITO DE TODOS!

 Esta é a segunda publicação “Relatório de Atividades de Áreas de Soltura e Monitoramento”.
Escrita por várias mãos, relata trabalhos de reabilitação e soltura de espécies da fauna silvestre
brasileira desenvolvidos entre os anos de 2006 e 2008. Muito mais que um simples relatório
numérico ou de dados, é importante enfatizar que se trata de uma narrativa de muitas vidas
que foram salvas e que puderam voltar à natureza para cumprir o seu papel biológico. Tarefa
essa que lhes foi usurpada, na maioria das vezes, brutalmente.
A forma como foram descritos os tópicos visou apresentar de maneira prática e clara as
metodologias de soltura. Os trabalhos ilustram, por exemplo, o tratamento mais adequado e
a alimentação mais próxima daquilo que cada uma das espécies encontra normalmente na
natureza, nas quantidades necessárias à manutenção de sua saúde clínica. Foi dado também o
mesmo nível de importância às diferentes espécies, demonstrando o melhor cuidado a ser dado
tanto aos procedimentos de soltura de uma pequena ave quanto aos de um sensível primata.
Em nossa opinião, quando se trata do cuidado na preservação da biodiversidade, não se deve
criar distinção de importância relativa entre as espécies. Falar em conservação, portanto, é
respeitar e cuidar da mesma maneira da pequena saíra da capa desta publicação, da imponente
arara-azul e também do mais comum dos urubus. Em se tratando da magnitude da vida, nem
formato, cor ou tamanho podem ser medidas de importância. Todos são igualmente importan-
tes no conjunto da natureza, onde o todo é muito maior que a soma das partes.
A dedicação dos autores desta obra e daqueles que contribuem com as áreas de soltura traz
inspiração e esperança para aqueles que, como em nossa associação, se preocupam com a de-
fesa do meio ambiente. Lembra-nos que nós, humanos, também somos capazes de consertar
o problema, de desfazer o errado, de melhorar nosso mundo. Que é dever de todos promover
a preocupação com o meio ambiente e, de forma pragmática, lutar contra a violência dos que
promovem e alimentam o comércio e o tráfi co de animais silvestres; que é imprescindível lutar
pela preservação das matas, fl orestas e os cursos d’água; que é preciso ampliar as áreas prote-
gidas, inclusive para soltura e reintegração de indivíduos aos seus hábitats.
Cabe a todos nós, portanto, incansavelmente, esclarecer e lembrar àqueles que ainda não
acordaram para o problema dos animais, silvestres ou não, que mais do que pensar neles sob a
ótica fria e técnica da preservação das espécies devem também ser percebidos como indivíduos
únicos. Cada vida salva deve ser comemorada.
A dimensão do desafi o de integrar harmonicamente a sociedade humana ao corpo de seu pró-
prio planeta não é maior do que outras difi culdades e obstáculos superados em sua história.
Assim, o que nos move é a certeza de que um dia, o ser humano, do alto de seu derradeiro es-
tágio de evolução e sabedoria, saberá apreciar e admirar, de um lado, a pujança, a beleza e a ri-
queza de uma natureza equilibrada e livre para seguir seu curso de perfeição; e do outro, como
registro histórico de seu aprendizado, um pequeno amontoado de jaulas e gaiolas vazias.
 
Aparecida Negreiros e Soraya Lysenko
Diretoria Executiva
Associação Bichos da Mata
 

Reintrodução de Psitacídeos

Autor: 
Org`s. Vicent Kurt Lo; Andre Saidenberg
Editora: 
IBAMA
Ano: 
2010
ISBN: 
2147483647
Área do Conhecimento: 
Ecologia e Biologia
Área Específica: 
Psitacídeos
Sumário / Índice: 

No ensejo do III Encontro de Cetas e Áreas de Soltura do Estado de São Paulo, temos a grata satisfação de apresentar uma compilação de textos relativos aos  trabalhos com reintrodução  de psitacídeos no Brasil e no mundo. Além de vasto levantamento bibliográfico sobre o assunto, estão aqui agrupados , trabalhos realizados para o reforço populacional, recolocação, translocação ou reintrodução propriamente dita dos psitacídeos.

 

Imagem Click na capa e acesse a publicação

Sobre nós

Ética e Direitos dos Animais

Soraya Emy Tyba

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1984). Atualmente é Superintendente de Corporate Ttrust - BNY Mellon D.T.V.M. e atualmente tem uma atuação focada na estruturação de novos productos e estratégia.

Vânia Rall

vaniaGraduada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e em Letras pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. É tradutora pública e intérprete comercial em língua francesa.

Luanda Francine Garcia da Costa

 

Renato da Silva Queiroz

Laerte Fernando Levai

Promotor de justiça no Estado de São Paulo, é especialista em bioética e mestre em direito. Foi vice-presidente do Instituto Abolicionista Animal (IAA) e pesquisador do Laboratório de Estudos sobre a Intolerância (LEI/USP).

Pesquisadores: Ética e Direito dos Animais

Coordenadora:

Divulgar conteúdo