Pós-Doc Concluídos

PESQUISAS CONCLUÍDAS DE PÓS-DOC

 

Título da pesquisa: Análise dos modelos possíveis de tutela jurídica das expressões culturais tradicionais (ECTs) e de seus expoentes e transmissores (os mestres e “griôs”) das culturas tradicionais de transmissão oral no Brasil

Pós-doutoranda: Sônia Maria D’Elboux

Supervisão: Prof. Dr. Sérgio Bairon

Resumo: Nosso objetivo com esse trabalho é desenvolver uma pesquisa visando analisar os modelos possíveis, detectar e apresentar o(s)mais adequado(s)para a tutela jurídica das Expressões Culturais Tradicionais-ECTs de tradição oral no Brasil (quais sejam: expressões verbais, como os contos, as lendas, os poemas e outras narrações; as canções e a música instrumental; as expressões corporais, como danças, representações cênicas; cerimônias, rituais e outras interpretações ou execuções; obras de arte, como desenhos, pinturas, incluindo as corporais, entalhamentos, esculturas, peças em cerâmica e terracota, mosaicos, trabalhos artísticos em madeira e metal, joias, cestarias, tapeçaria, artesanato, instrumentos musicais e obras arquitetônicas) e, de maneira conjunta e harmônica, também analisar e detectar as melhores formas de tutela jurídica de seus expoentes, os detentores e os transmissores dessas ECTs, denominados mestres e griôs, visando à instituição de um marco legal de proteção à transmissão dos saberes e fazeres de tradição oral, em diálogo com a educação formal, apto a promover o fortalecimento da identidade e ancestralidade do povo brasileiro.

Palestra: “Proteção legal das ‘expressões culturais tradicionais’ das comunidades de cultura oral do Brasil, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=1vOw8CZVYxk.

Palestra: “Direitos autorais e plágio no mundo acadêmico, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=R9AO6e_KqKY

 


 

Título da pesquisa: Cultura e audiovisual: memórias e representações da Bahia na era digital

Pós-doutorando: José Roberto Severino - link lattes: http://lattes.cnpq.br/7656955409871039

Supervisão: Profa. Dra. Zilda Márcia Grícoli Iokoi

Resumo: O projeto trata sobre a qualificação dos processos pedagógicos na rede pública de ensino baiana e brasileira nos últimos dez anos a partir da aproximação entre educação, cultura e audiovisual. Trata dos múltiplos agentes de produção simbólica, econômica e institucional mobilizados a partir das políticas públicas de inclusão da diversidade cultural nos ambientes da educação formal, com vistas a compreender os processos de formação e de produção de audiovisual na escola como fator de promoção da cidadania. Objetiva descrever os resultados de políticas voltadas para docentes que atuaram em espaços de cultura e educação, e desenvolveram a possibilidade de (re)conhecer valores culturais da comunidade através das ferramentas da comunicação das antigas e novas mídias (web jornais, vídeos, blogs) bem como materiais didático-pedagógicos voltados para o ensino a partir da diversidade cultural na escola (artes visuais, fotografia, audiovisual), além da participação social a partir da produção de jornais murais, rádios e tevês comunitárias. As reflexões têm como foco ações em espaços de cultura e educação, que desenvolveram possibilidades locais de (re) conhecer valores culturais em comunidade, com as ferramentas da comunicação, na produção de sociabilidades e subjetividades urbanas contemporâneas.

 


 

Título da pesquisa: As vozes dos músicos da Sinfônica de Heliópolis – processos de identificação em situação de deslocamentos simbólicos

Pós-doutoranda: Mara Selaibe - link lattes: http://lattes.cnpq.br/3547425024876269

Supervisão: Prof. Dr. José Antônio Vasconcelos

Bolsa: PNPD/CAPES

Resumo: O plano de trabalho ora apresentado dedica-se a uma análise de processos de identificação psíquica em movimento nos músicos pertencentes à Orquestra Sinfônica Heliópolis, parte integrante do Instituto Baccarelli, localizado no bairro de Heliópolis, na cidade de São Paulo. A Orquestra existe há nove anos, congrega 80 músicos, estudantes avançados de música e, nesse sentido, possuir um caráter experimental. A hipótese a ser pesquisada constitui-se a partir da afirmação de que os integrantes da Orquestra, que vêm vivenciando seus estudos musicais no Instituto Baccarelli, experimentam um movimento de deslocamento simbólico de sua rede de referências básicas. A partir dessa afirmação a hipótese é de que tais movimentos acarretam novas identificações psíquicas. Para uma aproximação possível aos sujeitos em questão o mais relevante será escutar suas vozes, escutá-los falar de maneira a conhecer suas interpretações, suas elaborações sobre suas vivências nesses anos em que participam das atividades do Instituto tendo chegado a integrar a sua orquestra principal. Essa pesquisa será embasada na teoria psicanalítica, incluindo algumas das contribuições a ela advindas das obras de Gilles Deleuze e de Michel Foucault. Este plano de trabalho está inserido no Projeto Temático Fronteiras em Movimento, o qual está sendo desenvolvido por pesquisadores do Diversitas/FFLCH/USP. O eixo de investigação do projeto citado ao qual esta pesquisa se vincula é movimentos sociais: a voz dos participantes. Esse eixo aponta para experiência de moradores urbanos, suas subjetividades e formas de organização social, política e cultural, especialmente nas periferias das chamadas cidades globais.

 


 

Título da pesquisa: Inclusão e prática pedagógica: aspectos da dança entre os corpos docentes e discentes com deficiência a partir da LDBEN 9394/96

Pós-doutoranda: Sarah Soanirina Ohmer

Supervisão: Profa. Dra. Gislene Aparecida dos Santos

Bolsa: Fulbright

Resumo: Brazil falsely claims it has reached racial democracy. Individuals of African descente remain marginalized and largely uneducated, while other citizens openly criticize new affirmative action policies. Artists and writers of African descent have difficulty publishing their work. The overall context leaves little room for social mobility, let alone spiritual growth. Many voices in a recent documentary argue that slavery never ended; it grows under the guise of free trade, drug trafficking, unemployment and illiteracy. This context calls for new forms of activism and opportunities to further U.S.-Brazil collaborative research on racial marginalization and community empowerment. In solidarity with Afro-Brazilian women who raise awareness of social injustice and African spirituality, this project of archival research, oral narratives and cultural criticism will recognize the work of writers and activists Miriam Alves, Conceição Evaristo, Esmeralda Ribeiro and the young dancers of the Makalá troupe. This project will produce: a study on how these women exemplify strong contributions of therapeutic activism; proof that their work echoes 18th century Afro-Brazilian women healers; tools to include creative activism in curricula.

Palestra: O “empowerment” de mulheres negras: estratégias construídas a partir da literatura e do mulherismo, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=VTvf_f2da4Q

 


 

Título da pesquisa: Música e Cidadania

Pós-doutoranda: Sandra Regina Chaves Nunes - link lattes: http://lattes.cnpq.br/1249507720044771

Supervisão: Profa. Dra. Zilda Márcia Grícoli Iokoi

Bolsa: Pró-Reitoria de Pesquisa/USP

Resumo: O projeto Música e Cidadania pretende desenvolver uma pesquisa sobre as experiências venezuelas e brasileiras com orquestras e a formação musical de jovens em comunidades carentes. A hipótese norteadora desta pesquisa constitui-se pela afirmação de que O Sistema, na Venezuela, e a Orquestra Sinfônica de Heliopólis, no Brasil, podem ser considerados, por dar acesso às formas musicais, projetos promotores de uma consciência individual e ampliadores da visão sobre a existência, sobre as alternativas de inclusão e de transformação social. Ao se estudar ações que envolvam a arte, como forma de transformação de uma determinada realidade, torna-se possível a transposição do conhecimento, para a criação de políticas culturais. Torna-se possível, ainda, a reflexão sobre o que é a política pública de cultura propriamente e a sua possibilidade de transformação social. Música e Cidadania desenvolver-se-á como uma investigação que se coaduna com a linha de pesquisa do Programa de Pós Graduação: Humanidades, Direitos e outras Legitimidades, Gênese e Gestão de Políticas Públicas, em dois dos seus três eixos complementares: examinar as tendências do encaminhamento destinado às ações e práticas de atendimento público na atual ordem política coletiva e elaborar discurso crítico sobre as ações do Estado e instituições oficializadas. Além da pesquisa teórica, a História Oral configura-se como um suporte valioso para a compreensão do que os idealizadores, as comunidades e os jovens participantes deste projeto imaginam para si como formas de inserção e alternativas para a realidade.

Palestra: sobre o tema da pesquisa disponível em https://www.youtube.com/watch?v=i7CnsrVfZ-U

 


 

Título da Pesquisa: Pedagogia Griô sob uma Perspectiva Polifônica – diálogos entre corpos e redes

Pós-doutoranda: Marta Simões Peres – link lattes: http://lattes.cnpq.br/5570019500701293

Supervisão: Prof. Dr. Sérgio Bairon

Resumo: O objetivo deste projeto é realizar diálogos entre a Pedagogia Griô e os processos de criação em artes cênicas, propondo ações nesta Universidade. O conceito bakhtiniano de polifonia é relacionado aos saberes tradicionais, tecnologias digitais e novas mídias. As ações voltam-se para os campos de ensino/pesquisa/extensão universitária, sob a perspectiva da Pedagogia Griô e dos Estudos da Deficiência.

A iniciativa originou-se no lançamento do Laboratório de Políticas Culturais/Universidade Griô na UFRJ, seguido do curso/percurso "Cultura dos Povos Tradicionais de Terreiros" com o ogan Aderbal de Ashogun Moreira (2012). O presente projeto visa expandir este percurso, tecer novas parcerias e contribuir com a proposta em andamento de uma pós-graduação em Pedagogia Griô na USP.  Inúmeras culturas tradicionais lidam com a saúde sob um outro ponto de vista, diverso do modelo hospitalocêntrico da medicina ocidental. Naquelas, a prevenção é altamente valorizada e a saúde inscreve-se de modo mais direto no corpo (Peres, 2012). A dança pode favorecer outra perspectiva de saúde, o que vai ao encontro da Pedagogia Griô. Aderbal ressaltou a importância das pessoas com deficiência na cultura dos Povos de Terreiro, enfatizando a ideia de acolhimento de todos os membros de um grupo (pessoas com deficiência visual participaram do percurso). A atitude combativa e criativa da Ação Griô Nacional e o protagonismo dos griôs na produção de conhecimento remete ao lema que sintetiza o programa de ação do movimento das pessoas com deficiência: “Nada sobre nós sem nós”. Ao lutar pela expressão de vozes historicamente excluídas dos discursos da cultura brasileira, a atuação da pedagogia griô é marcadamente polifônica, em contraste com a atitude monológica dos saberes “oficiais” de cunho europeu.

 


 

Título da Pesquisa: Inclusão Social e Acessibilidade Digital: inclusão social de pessoas com deficiência (s) e/ou mobilidade reduzida a partir de Tecnologia de Informação e Comunicação (TICs)

Pós-doutoranda: Rosana Maria César del Picchia de Araújo Nogueira – link Lattes: http://lattes.cnpq.br/5224195430952562

Supervisão: Prof. Dr. Gilson Schwartz

Resumo: O objetivo desse estudo é refletir e analisar sobre a temática “Inclusão Social e Acessibilidade Digital”, incidindo principalmente sobre o uso de tecnologias de informação e comunicação (TICs) no desenvolvimento e na aprendizagem de pessoas com deficiência (s) e/ou mobilidade reduzida em ambientes escolares públicos e privados. Esse é um estudo de natureza eminentemente qualitativa, que articula acessibilidade, inclusão social, digital e desenho universal por meio de tecnologias assistivas. O estudo ocorreu em duas escolas públicas na cidade de Carapicuíba, São Paulo.  Ambas escolas incluem jovens com deficiência (s). Ocorreram nas escolas duas sessões integradoras, sendo uma de apresentação do ambiente e das ferramentas disponíveis, bem como introdução à dinâmica de trabalho coletivo - professores, alunos e administração e a segunda com a família dos sujeitos/atores envolvidos, voltada também à apresentação do grupo da proposta de trabalho e da necessidade de colaboração/integração da família ao processo. Para a coleta de dados foi utilizado um questionário composto por dez questões abertas. As questões foram elaboradas de forma que atingissem os objetivos da pesquisa, englobando as seguintes dimensões: conceito de inclusão social e escolar; opinião sobre inclusão social e acessibilidade; opinião sobre o sentimento dos alunos incluídos em classe comum; opinião sobre dificuldades envolvidas no processo de inclusão social/escolar; manifestação do próprio sentimento e orientações/apoios necessários ao professor para efetivação da inclusão social e escolar. Como resultado, constatou-se que os conceitos dos participantes sobre inclusão social e escolar são insatisfatórios e que não houve diferenças entre os alunos e entre os professores quanto a essa dimensão. Os professores e os alunos expressaram várias dificuldades envolvidas nesse processo, destacando–se a falta de infraestrutura das escolas, a falta de preparo do profissional da área de educação, a discriminação/preconceito social e a falta de aceitação da inclusão. Os participantes apontaram dificuldades no processo ensino-aprendizagem decorrentes da educação inclusiva. Acredita-se que incluir alunos deficientes na classe comum do ensino regular seja viável, desde que se tenha presente à complexidade de tal processo, desde que se tenha acesso à inclusão digital, ao material necessário, o qual requer muito investimento e comprometimento, principalmente dos órgãos governamentais. Igualmente se faz necessário muito estudo, pesquisa para ampliar o conhecimento, desenvolver e testar formas que viabilizem a verdadeira inclusão seja ela escolar, social ou digital.

Palavras-chaves: inclusão social, inclusão digital, aprendizagem e tecnologias.

 


 

Título da Pesquisa: Território do Significado: Imigração Sul-Americana e as Negociações Culturais na Escola de São Paulo

Pós-doutorando: Francione Oliveira Carvalho – link Lattes:  http://lattes.cnpq.br/6262224578426097

Supervisão: Profa. Dra. Zilda Márcia Grícoli Iokoi

Bolsa: Pró-Reitoria de Pesquisa/USP

Resumo: Desde a implementação do Mercosul vemos o fluxo de imigrantes sulamericanos aumentar tanto nas regiões de fronteira como nas grandes cidades brasileiras, caso da capital paulista. A globalização das sociedades contemporâneas também ressignifica o sentido da cidadania, pois as cidades tornam-se palimpsestos de referências e pertencimentos. Diferentes possibilidades de ser passam a conviver no mesmo território, abrindo fendas para a problematização sobre o próprio conceito de território, que deixa de ficar encerrado no espaço físico. Ao produzir significados a partir do espaço, os homens produzem cultura, identidade e estabelecem um campo de poder. Podemos nomear um “território do significado” (CARVALHO, 2011), que indo além da noção geográfica de delimitação e ocupação do espaço, dialoga com as estruturas de sentimentos, experiências, crenças e valores que produzem o reconhecimento e o pertencimento aos grupos. Assim, este projeto de pesquisa pretende investigar a presença das comunidades de bolivianos, peruanos e paraguaios nas escolas da região do Pari, do Brás e do Bom Retiro na cidade de São Paulo. Procurando perceber as negociações que realizam entre as suas culturas de origem e a local a partir da instituição escolar e as estratégias utilizadas tanto pelos grupos como pela escola para legitimar ou negar suas identidades. A pesquisa terá caráter qualitativo descritivo e abordagem teórica interdisciplinar e etnográfica, dialogando com categorias operatórias pensadas pela geografia, história cultural, filosofia, antropologia e educação, tais como fronteira e território, identidade, interculturalidade, cultura e currículo.

Palavras-chave: Negociações culturais. Imigrantes sul-americanos. São Paulo. Escola.

 


 

Título da Pesquisa: Brincando Dentro e Fora da Tela: Arte, Hipermídia e a Construção da Pessoa na Produção Partilhada do Conhecimento

Pós-doutoranda: Priscilla Barrak Ermel – Link Lattes: http://lattes.cnpq.br/5126872266224641

Supervisão: Prof. Dr. Sérgio Bairon

Resumo: Projeto interdisciplinar que objetiva a produção partilhada do conhecimento entre pesquisadores, artistas e conhecedores (griots) oriundos de comunidades caiçaras/caipiras do município de Paraty, RJ. Situa-se no âmbito da antropologia da comunicação e vincula-se à linha de pesquisa etnocentrismo: natureza e cultura, com enfoque na produção partilhada do conhecimento. Dando ênfase à questões da antropologia das formas narrativas, prioriza pesquisas de linguagens artísticas e em hipermídia com o objetivo de criar redes – presenciais e virtuais - científicas, artísticas, educacionais, comunitárias e culturais. Também é objetivo da pesquisa, investigar, nas diferentes formas de transmissão do conhecimento, o germe de futuros conflitos e intolerâncias criados nas relações familiares, comunitárias e com a sociedade abrangente. Em especial, observando questões de poder nas relações de gênero vinculadas às questões de diversidades étnicas e culturais, refletir e propor novas formas de sociabilidade com base em valores mais humanos.

Resultado: Texto-audiovisual “A Máscara e o Filme” decorrente da pesquisa disponível em www.youtube.com/watch?v=bvv0ymtrv88